Buscar
  • Dra. Driele Quinhoneiro

Trazendo à Mesa Curiosidade e Auto-cuidado


Hoje os momentos das refeições têm sido um espaço de tempo em que mastigamos nossas preocupações, ansiedade, planejamento, raiva e cansaço, perdendo a experiência do que acontece na boca ou no corpo.

Saímos da mesa ainda com um buraco, independente da quantidade de comida que foi ingerida. Paradoxalmente nunca falamos e pensamos tanto sobre a alimentação, nunca se assistiu tantos programas de culinária e ainda nunca estivemos tão longe da nossa própria cozinha.

Dedique alguns instantes para refletir: Qual foi sua última refeição? Quando foi a última vez que você se permitiu saborear o alimento? Ou quais são as sensações físicas da fome?

Nossa alimentação é permeada pela dualidade da culpa e do prazer e desejamos sempre estar no controle.

“Estou começando a me controlar mais sobre o que eu como”, “Tenho conseguido resistir aos alimentos”, “A minha vida toda foi uma luta com o que como e meu peso”, “Pesar-me é um tormento”. Quantas dessas frases já fomos autores? E ao respirar algumas vezes e vivenciar o impacto dessas frases no corpo, pode-se perceber o sofrimento que as mesmas carregam.

Quando falamos em alimentação muitas vezes restringimos aos momentos em que estamos mastigando ou terminando uma refeição. Quando na verdade essa visão é um pouco simplista, esse relacionamento é muito mais complexo quando pausamos para nos dar conta.

Mindful Eating é um convite para experienciar e cultivar o que acontece em torno do comer. Essa consciência nos permite aproximar da relação com nós mesmos, com o corpo e a acordar para a maneira que vivenciamos os desafios e também as alegrias da vida.

A alimentação permeia tudo isso e ainda ocupa só um lugar importante na vida. Trazer consciência para o ato de comer não envolve apenas comer devagar ou desligar o celular e a TV, envolve cultivar a atenção ao momento presente e sentir tudo que a alimentação envolve: padrões que herdamos da família e da sociedade, gatilhos que nos fazem comer sem fome.

Praticar o Mindful Eating nos inicia no caminho do empoderamento sobre a comida, e nos convida a aproximar do corpo e utilizá-lo como guia, a deixar o mundo de dietas que talvez já tenhamos percebido que não funciona, a cuidar verdadeiramente de nós e transformar o comer em algo natural!

O que faríamos da nossa vida se todo o tempo ruminando sobre o comer fosse destinado a realmente cuidar de nós e fazermos aquilo que gostamos?

Sobre a Autora do Artigo:

Dra. Driele Quinhoneiro é Nutricionista formada pela USP e Membro Fundadora do Centro Brasileiro de Mindful Eating em parceria com a UNIFESP. Ela é uma associada do Centro de Mindfulness no Rio de Janeiro.

Próximo Evento de Mindful Eating no Rio de Janeiro:

Nos dias 30 de Setembro e 01 de Outubro Dra Driele Quinhoneiro estará no Centro de Mindfulness oferecendo em parceria com Dr. Vitor Friary um programa especializado de Mindfulness voltado para a Alimentação Consciente. Para informações clique aqui >>

#mindfuleating #comida #alimentação #mindfulness #nutrição

162 visualizações