A Racionalização Emocional é um processo cognitivo que acontece quando uma pessoa acredita que o que ela está sentindo é verdade, independente da existência de alguma evidência que comprove esse sentimento.

Quando isso pode se tornar um problema? Quando você deixa de realizar uma tarefa importante, como por exemplo viajar de avião para visitar uma pessoa importante para você que vive no exterior, porque você "sente" que alguma coisa de ruim pode acontecer com você nessa viagem.

As nossas emoções podem nos servir muito em nossas vidas. Elas podem nos fazer alertas de como lidar com as pessoas e o mundo ao nosso redor, mas quando nos tornamos cegos em relação a esses sentimentos internos de forma indiscutível, quando as nossas decisões são totalmente baseadas nesses sentimentos que temos, é provável que estejamos agindo com base em nossos medos ou com base em nossos impulsos.

É preciso que observemos as nossas emoções, mas que avaliemos as nossas decisões de agir também com base na lógica e na razão, assim como através daquilo que acreditamos ser o mais importante para nós.

 

Essa habilidade de lidar com as emoções se insere no contexto do que vem a ser chamado inteligência emocional, algo que trabalhamos ao longo do tratamento da terapia cognitivo-comportamental e da prática de meditação mindfulness.

 

 

Texto:

Vitor Friary

Terapeuta Cognitivo-Comportamental

Especialista em Mindfulness e Terapia da Aceitação e Compromisso

Decidindo através das emoções... É uma boa?